Este...

Apresentação 

Atualmente a discussão sobre as diversidades culturais constitui importante preocupação de setores educativos. Além disso, a Lei 10.639/03 que tornou obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira nas escolas públicas e privadas do país, reafirma e atualiza as proposições constitucionais voltadas à promoção da igualdade racial.

Diante desse quadro, o Curso de Especialização em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros visa contribuir, de forma efetiva e contundente, para que nossas matrizes africanas sejam (re) conhecidas, legitimadas, respeitadas e mobilizadas como elementos fundadores de nossa história, nossa memória, de nossa cultura e, portanto, das identidades do povo brasileiro, particularmente de sua população negra e mestiça.

Objetivo

O curso propõe uma reflexão sobre os movimentos de construção da identidade negra no Brasil visando apontar algumas direções analíticas a respeito da diferença. Como esta diferença se constrói no Brasil? Qual é a sua relação com as sociedades africanas? E seus desdobramentos em termos políticos, simbólicos ou culturais? Como é tratada no âmbito da educação? Essas indagações uma vez problematizadas e discutidas em um curso de formação que irá contribuir para ampliar a atuação profissional, cultural e científica do indivíduo.

Público-Alvo

Professores das redes pública e privada de ensino; graduados nas diferentes áreas do conhecimento; pesquisadores, profissionais liberais e ativistas sociais, cujo interesse conduza à história africana e de africanos e afro-brasileiros, desde que portadores de diploma de ensino superior.